quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Sobre a Vida..


Sobre a vida, existe tanto por se dizer… vida devia ser interpretada como uma peça de teatro, aplaudindo sempre mesmo que não fosse o sucesso esperado, até mesmo que tenha sido um autêntico fracasso. Vida, é uma curta passagem, devemos aproveitá-la da maneira que mais nos faz feliz, daquela maneira que nos sentimos concretizados. Pergunto-me a mim mesma, quem nesta vida não ouviu uma frase tão vulgar “ a vida é injusta”, de facto ela é injusta dado quando não temos o valor merecido ou mesmo perdermos alguém querido.
Há que lutar sempre pelos sonhos e objectivos, acima das opiniões ou mesmo críticas. Agora, confessem-me… nunca derramaram uma lágrima? Lágrimas, são o reflexo da nossa alma, o espelho do nosso coração. Chorar, não se aprende, é uma estado espírito, uma emoção, algo que nasce connosco para demonstramos nossos sentimentos. Não é vergonhoso, na verdade é a fórmula de ser-nos possível aliviar a dor, o medo, a tristeza ou mesmo a verdade, daquilo que verdadeiramente se sente.
Verdadeiro ou corajoso, é o ser que sorri com a alma e o coração, não basta o facto de sorrir com os lábios se no interior não se sente. Um sorriso pode se considerar uma forma de enfrentar os obstáculos do nosso percurso de vida, junto com os dissabores desta
. Na minha opinião, não existe o conceito de felicidade absoluta, porém existe momentos que nos preenchem a alma de pura felicidade condicionados pelas pessoas mais preciosas para nós. Não há perfeição, existe sempre ao nosso alcance, algo que se pode melhorar e sem dúvida que pode resultar, basta tentar.
Nesta vida, temos que agir com firmeza, sermos decisivos, sermos capazes de ultrapassar os nossos medos, aquelas barreiras que em nosso pensamento são amostras de labirintos infinitos, que nos impedem de lutarmos por aquilo que desejámos ou sonhamos. Agora uma coisa é certa, se não formos capazes de lutar, nunca saberemos se poderia resultar, pelo menos teremos a certeza que tentamos não importa se falharmos.
Na verdade, guardaremos momentos, gestos e palavras e acima de tudo emoções e puras recordações, sobretudo eternas lições.
Se não viveres, acabarás por te arrepender, por teres vivido á simples razão de existires.

9 comentários:

MariaCatarina disse...

Parte do texto foi feito a pensar em mim. =D
Bem miuda supreendes-me, cada palavra vale mais que dinheiro!
Dedica-te a isto querida C=

Grande Beijoo Menina dos Sonhos

laura disse...

Esta lindo amor :p
Concordo totalmente com a Catarina menos a parte de tu estares a poensar nela, é obvio que era me mim sim?

AMO-TE

Suh disse...

Esta lindo amor ...
tens jeito pa coisa =)...
BeijinhoO adrt

Anônimo disse...

AMO-Te meu amor... amei ler o teu blogger!! =D

beijos

luisn1 disse...

o comentario anonimo é meu meu amor ass:luis paulo pinto ramos pereira nascimento

luisn1 disse...

sabes nunca te vou deixar!! =D
para sempre te vou amar..

Isabel disse...

O valor da escrita apenas é o valor dado por quem escreve.
A escrita não é uma necessidade vital, mas sim uma parte de quem a escreve.
Actualmente é impossível viver num mundo civilizado sem saber escrever nem ler.
Escrever é ao mesmo tempo pensar. É poder ver o que se pensa. É crescer e aprender.
“A escrita também é uma arma, e como todas as armas, dá poder — mas infelizmente também mata.”

Sabes bem o que vales loirinha :D

Isabel

Isabel disse...

O valor da escrita apenas é o valor dado por quem escreve.
A escrita não é uma necessidade vital, mas sim uma parte de quem a escreve.
Actualmente é impossível viver num mundo civilizado sem saber escrever nem ler.
Escrever é ao mesmo tempo pensar. É poder ver o que se pensa. É crescer e aprender.
“A escrita também é uma arma, e como todas as armas, dá poder — mas infelizmente também mata.”

Sabes bem o que vales loirinha :DD

Anônimo disse...

Tudo tem um prenssipio...um meio..e um fim...mas tu sopereras ...tu mandas,,tu reinas..zD Es grande Amigaaaa.

(P.S)->Dedicate a cena pah tem jeitinho pah coisa...

beijo

Ass: Luis Grilo