sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Esqueci Lembrar


Esqueci-me por vezes de lembrar de mim, de quem sou e da missão que tinha no meu percurso. Olhei muitas vezes ao espelho, vi o meu reflexo sombrio. Isolei-me por ti, não vivia no teu mundo de mentalidades incompreensíveis. Olhava para trás, reflectia , recordava o que ficou, sentia que agora era apenas uma sombra que já tinha sido mas que já não era.
Acreditei genuinamente que eras tu que quebraria o feitiço que alimento desde criança que a minha sina de vida ,era um sofrimento constantemente, sonhos demasiados e repentinas quedas. Julguei que não iria mais alcançar de novo o meu "Eu", que nunca mais te teria, esse pensamento magoava-me mas ao mesmo tempo não te queria. Pensei demais em ti , esqueci muitas vezes lembrar de mim , era este o pensamento que me invadia quotidianamente.
Recordava nostaligicamente , cada beijo teu, mergulhava nas profundezas das minhas memórias e saciava-me com o cheiro que ainda permanecia grudado em mim desde que me deixaste, ou que te deixei. Pois, porque fui tragicamente obrigada a escolher viver a minha vida e ter-te, ou ter-te , ser feliz mas infeliz também. Porém, sentia ainda a chama de te quer, cada vez mais, ignorando em breves instantes a dor que me causaras em diversos anteriores momentos.
Eu não podia fugir, não podia fingir que nada mais sentia , que tu comigo já não "mexias", as lágrimas caiam desesperadamente , lágrimas de saudade , sem mais existirem sorrisos de verdade. Até que corajosamente tomei a decisão de voltar para ti ,colocando tudo o que se passara naqueles momentos que estivemos separados, de lado.

[Também errei, Sofri, Amei-te , Chorei , mas tu sempre foste TU, apesar dos erros de ambos , dos males entendidos e das peripécias que vivemos devido à proibição do nosso Amor. Sempre foste, aquele miúdo dos meus Sonhos, que entrou de uma maneira diferente na minha vida, depois o que vivia era estranho e mais tarde se tornou extremamente especial e sobretudo inigualável]

3 comentários:

danó disse...

Texto magnifico mesmo! :]

Renato Paupério disse...

Isto chama-se amar de verdade!
É bom, e simplesmente magnifico quando amamos alguém de verdade.
UM BEIJO ENORME

jo disse...

o amor não pede licença para entrar e é isso que faz dele o sentimento tão único e inigualável , como lhe chamas!

beijinhos, MUITOS