sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Como Te Sentes?


Como te sentes? Já não consigo olhar para ti e sentir aquilo que dantes sentia, olho dentro dos teus olhos fascinantes ,esverdeados e não me comovem, tornei-me fria desde o dia que prometi que nunca mais choraria por ti. destruíste o castelo que construí , perplexo de sonhos e fantasias futuras.
Deixaste-te levar por conversas mesquinhas, opiniões de terceiros, enfim.. diz-me, onde está o menino cheio de humor que conheci? deixaste de ser quem eras, deixaste de agir daquela maneira que eu admirava. Conquistas-te sem te aperceber, tudo começou por um olhar especial, uma química nunca antes sentida e aos poucos comecei apaixonar-me loucamente por ti. Deixa-me dizer-te,
Conquistaste mas não estás a saber manter. Haverá volta a dar?
Eras o meu porto de abrigo
, fazias mover marés, sentia em ti a força ,o poder das ondas do mar, a frescura da água, o calor do sol que encontrava em teus braços...Hoje sinto que a nossa relação não passa mais de uma praia deserta, onde existe sol mas não existe a felicidade que se procura e se necessita, ou mesmo é dizer-te, amo-te, gosto de ti, ou talvez és uma marca do passado, não sei, por mais que delibere, eu não queria deixar de sentir, mas não controlo os meus sentimentos. As tuas atitudes magoa-me de uma forma inconfundível e cada vez te tornas mais num rapaz possessivo, desconfiado.. Não se trata de mais de ciumes o que tu sentes , mas sim de uma obsessão louca que nutres por mim. Cansei de verdade de te perdoar, custa ignorar as tuas palavras e atitudes incompreensíveis e ter que seguir sempre em frente contigo. Prometi que seria a tua ultima oportunidade, sinto que só abres os olhos para a realidade quando te dou um valente susto. Não quero que corras atrás de mim, só queria que me desses valor e soubesses viver o amor (que julgo ainda ter por ti), intensamente, como outrora.
Metade de mim, deseja-te, ama-te e querer-te , outra metade diz que chegou a hora de ir embora. Eu sei que tenho que ser fiel ao meu coração e sobretudo à razão, porém sinto os conselhos dos que me querem bem ,por outro lado, ainda algo em ti que me alimenta a esperança da tua mudança.
Fico sem ti para sempre ou tu mudas realmente? é que as tuas palavras não me comovem mais. Agora é tudo diferente, sabias perfeitamente que antes demais te avisei para que alterasses como agias perante mim. Vivo num sufoco , num mundo que não é o meu.


Considero-te um
Sonho Perdido, Cansei de viver assim e não sei que solução tomar perante nós O meu coração já não sente mais o amor que já te dei, faz-me renascer, por favor, meu amor (...)

3 comentários:

Isabel disse...

Minha loirinha, sabes bem que mereces estar sempre com um enorme sorriso nesses lábios, mas mais importante seres feliz ^^
Está lindo o texto querida *.*
Um enorme beijinho

Isabel disse...

Amei mesmo o teu comentário loirinha, foi tão sincero mesmo. Obrigada :)
Um enorme beijo

Anônimo disse...

Tens razão, pois ñ te posso tirar a razão. Derivado a meus medos, ando paranoico e por causa dos meus medos, posso te perder e eu ñ posso deixar isso acontecer.por meus medos ñ te posso perder. beijos do teu namorado luis