quarta-feira, 9 de junho de 2010

Insegurança

Apesar de estar nos teus braços, mais uma vez, não me sinto segura. e porquê? antes não era assim. eu sentia-me bem só o simples facto de te ter. agora não, tudo mudou. cada dia ,as pessoas vão me supreendendo mais e digo isto porque (in)felizmente já nada me surpreende. Existem pessoas com uma idade que já deveriam ter uma certa mentalidade. e quando faço esta crítica, refiro-me a ti e tu sabes. As palavras não deveriam mudar tanto os rumos de uma vida e sobretudo o presente de alguém, mas mudam, apesar de por vezes não se querer. gostava que as atitudes tivessem mais peso que as palavras. ai, talvez tudo fosse mais simples, mais fácil .. Hoje , não consigo dormir ( sim, não é espanto nenhum, tu sabes que me causas estas estúpidas insónias). tu hoje estás ainda mais longe, foste para fora com uns amigos, eu sei que me respeitas, porque me amas. mas não é esse o meu medo. sinto-me triste, apesar de me teres pedido perdão e de teres ido embora a bem comigo, acho que não foi o suficiente. sinto-te tão frio, tão distante. sei que estás a divertir-te (espero que sim, que penses também em mim nas atitudes que tens para comigo), mas custa estar sem receber uma mensagem tua. oh, meu amor, como eu estou mal habituada.
Queria poder ter-te aqui para que me apanhasses ao colo delicadamente (como fazes sempre) e me deitasses na minha cama. é tão bom quando aqui estás perto de mim e adormeço com um beijo teu suave sob a testa.
Já tenho saudades.. apetece-me ouvir a tua voz (mas vou controlar este meu coração que age como se fosse uma criança, quando anseia a noite de natal por abrir o tão esperado presente), assim me sinto, por querer muito ter-te aqui. ficou tudo bem entre nós antes de ires, mas não queria que fosses logo embora ..

3 comentários:

Isabel disse...

Escreves tão minha querida *.*

jo disse...

Laurinha, o importante é não deixar de acreditar. Por isso, nunca deixes acreditar que as coisas podem retomar ao que eram. Nada é impossivel, aliás, as pessoas é que fazem as impossibilidades.

sabes onde estou, um beijinho

noemi disse...

Estou passando só para te deixar um selinho amigo... passa em meu bolg e copia la o selo e add em teu blog, há tambem um selo do meu link com codigo html e so copiar e colar.bjinhos